Hérnia na barriga: por que ela se forma?

01/02/2018 • Artigo por

Hérnia na barriga: por que ela se forma?

A hérnia na barriga se forma com mais frequência em pessoas que têm a parede muscular enfraquecida e que carregam muito peso da maneira errada. Até mesmo em quem pratica musculação o problema pode surgir, devido ao uso inadequado dos aparelhos da academia. Nas pessoas que realizaram alguma cirurgia, a hérnia na barriga pode surgir após o procedimento, na região em que foi feita a incisão.

Muitas pessoas descobrem que estão com hérnia na barriga depois de sentir uma dor constante na região do abdômen, especialmente enquanto estão realizando algum exercício físico. Nesse momento, observam que há um abaulamento no abdômen e que, ao se deitar, o aspecto da protuberância melhora e a dor diminui.

A maior parte dos casos são diagnosticados nos homens. Eles estão mais propensos a desenvolver uma hérnia na barriga em função do estilo de vida e atividades ocupacionais. Ela ocorre quando uma parte de algum órgão, como o intestino ou o tecido gorduroso, penetra num local do corpo em que não deveria estar. Há maior chance de o problema surgir, em qualquer pessoa, conforme a idade avança.

Antigamente, o único tratamento possível era uma cirurgia convencional, que exigia a realização de um corte no abdômen de cerca de sete centímetros. Era necessária uma semana de repouso e 30 dias sem praticar qualquer exercício físico.

Hoje, é feita apenas uma incisão na região próxima ao umbigo, com cerca de três milímetros, e em menos de 24 horas o paciente pode voltar para casa. Em cerca de sete dias, é possível retomar a rotina de exercícios físicos.

Fatores de risco para o surgimento de hérnia na barriga

Obesidade

A despreocupação com a manutenção do peso é um fator que favorece o surgimento da hérnia na barriga, pois os músculos abdominais precisam lidar com o excesso de gordura, o que pode torná-los enfraquecidos.

Gravidez

O corpo das mulheres grávidas passam por diversas mudanças. Os músculos abdominais precisam de mais elasticidade para que o bebê tenha espaço para se desenvolver e isso pode favorecer a formação de uma hérnia no abdômen.

Levantar pesos

As pessoas, dificilmente, adotam uma postura adequada quando levantam algum peso. A sobrecarga que isso exerce na parede do abdominal pode ser propícia para o surgimento da hérnia na barriga.

Tosse crônica

A tosse pode aumentar a pressão nos músculos e no tecido da parede abdominal. Por este motivo é que tossir pode causar uma hérnia.

Obstipação

Sem a manutenção para que o trânsito intestinal seja normal, mediante uma boa ingestão de líquidos e de fibras, os intestinos podem ficar sobrecarregados e pressionar a parede abdominal, desencadeando a hérnia.

Gênero masculino

O número de homens com hérnia na barriga é maior do que o de mulheres, devido aos diferentes estilos de vida, profissão e cuidados com a saúde.